26 de novembro de 2012

Puma: receita total da grife chega a cifra recorde de 4,6 bilhões de euros em 2018

A Puma bate, no primeiro ano sem a Kering, seu recorde de vendas graças ao calçado. Em 2018, o volume de negócios do grupo alemão ascendeu a mais de 4,6 bilhões de euros (+12,4% em relação a 2017) e com um ebit de 313,4 milhões de euros, +38% em relação a 2017.

O calçado, que representa a maior parte do faturamento, ultrapassou pela primeira vez o volume de negócios de 2 bilhões, com um aumento de 10,6%. Comentando os resultados, sobre o calçado, a empresa afirmou que "respondeu rapidamente à nova tendência de tênis retro com solas grossas, lançando os estilos Thunder e RS, enquanto os sapatos usados por Gomez provou ser um sucesso para mulheres".

A Puma cresceu mais rápido que a rival alemã Adidas e a líder de mercado Nike, mas, apesar disso, e muito embora o último trimestre tenha fechado com um aumento nas vendas de 17,9%, a empresa fez uma previsão prudente para 2019: A Puma espera uma desaceleração e crescimento de cerca de 10% nas moedas atuais e um lucro operacional entre 395 milhões de euros e 415 milhões de euros, inferior à previsão média de 430 milhões de euros.

Leia também:
Grife Salvatore Ferragamo promove Paul Andrew ao cargo de diretor criativo
Living coral é a cor de 2019
Morre estilista alemão Karl Lagerfeld, diretor criativo da Chanel e ícone da moda

https://www.saopaulopretaporter.com/noticias/ler/puma-receita-total-da-grife-chega-a-cifra-recorde-de-46-bilhoes-de-euros-em-2018