26 de novembro de 2012

Logenvidade Expo + Fórum recebe elogios e adesão de especialistas de diversas áreas

“Primeiramente, adorei ser convidada para um evento como este. É a primeira vez que vejo uma diversidade de assuntos sendo discutidos em torno da longevidade, saindo da esfera dos planos de previdência e planos de saúde. Construir a Longevidade Expo + Fórum é uma bela sacada e uma grande revolução em cima do que é o aumento da expectativa de vida”, Mara Luquet, jornalista.


Jeferson Santos, Mara Luquet e Fábio Madeira

“Esta é uma excelente iniciativa em sincronia com a evolução da realidade do País. Hoje, a palavra ‘idoso’ precisa ser modificada. A longevidade representa um grupo produtivo, que podemos chamar de adultos seniores. A criação de empreendimentos que proporcionam uma vida saudável é uma tendência e precisa estar inserida na sociedade”, Dr. Chao Lung Wen, doutor e professor da Universidade de São Paulo (USP).


Dr. Chao, Mônica Araújo, Mariana Wen e Jeferson Santos

“As pessoas acima de 60 anos têm uma experiência muito grande. Temos que valorizar esses profissionais, que podem complementar a atuação dos jovens no mercado de trabalho. Só no estado de São Paulo temos 2,5 milhões de pessoas potenciais neste perfil. Fazemos um trabalho interessante, em parceria com o Hospital do Coração, por exemplo, em que abrimos novas frentes para desenvolver diversas atividades”, Tirso de Salles Meirelles, presidente do Sebrae.


Tirso Meirelles, Sebrae

“Esse é um tema que afeta a área da saúde. De acordo com a OMS, o Brasil é um dos principais países com abandono no hospital. Não temos hospitais de retaguarda, pois virariam verdadeiros depósitos humanos. O custo com a saúde é o principal gasto na maturidade. Não discutimos a questão do tratamento paliativo. As políticas públicas deveriam discutir diversos pontos que envolvem a longevidade”, Reinaldo Scheibe, presidente da Abramge - Associação Brasileira de Planos de Saúde.

“A população está mudando e temos que preparar os shoppings centers para receberem as pessoas com mais idade. As lojas precisam estar com um olhar atento a este público para oferecer produtos, serviços e atendimento adequados. É uma grande oportunidade estarmos juntos e alinhados para essa tendência”, Waldir Chao, presidente da Cidade Center Norte.


Cláudia Coelho, Waldir Chao e Mônica Araújo

 “O turismo não é caro, depende da análise e do bolso de cada pessoa. Hoje, é possível achar hospedagens e passagens que se encaixam em diversos tipos de orçamentos. É fundamental colocar o lazer como prioridade para envelhecer bem e como foco para uma vida com mais qualidade”, Aldo Leone, fundador da Agaxtur Viagens.


Marcos Brum, Emerson Safra (Safra), Jeferson Santos e Aldo Leoni

“Trabalhamos com o conceito de exercitar o cérebro para ter uma vida mais longeva, ter saúde mental e, para isso, é importante termos o que chamamos de poupança cognitiva. Um fórum como este tem a perspectiva de trabalhar aquilo que o Brasil está preocupado, que é o envelhecimento da população. Um assunto tão sério e que merece destaque”, Luiz Carlos de Moraes, diretor executivo da Supera On-Line.

 
Luiz Carlos Moraes e Fernando Merida (São Paulo Feiras)

“Minha proposta é entender esse mercado em função da desospitalização, que está se tornando uma realidade no País. O tema longevidade é superinteressante, pois estamos envelhecendo e precisamos oferecer mais qualidade de vida para a população. Até mesmo porque chegaremos lá!”, Nedi Vieira, gerente de produtos CMW Saúde.

“O tema longevidade dispensa apresentações, não é à toa que a reforma da previdência é o assunto do momento. O Brasil e o mundo estão envelhecendo e menos crianças estão nascendo. É muito importante que as empresas comecem a olhar para um mercado que é pouco explorado e que está precisando de atenção. Trabalhamos com a recolocação profissional de pessoas acima dos 50 anos, tanto com a questão das vagas de emprego, como empreendedorismo”, Mórris Litvak, CEO da Maturi Jobs.


Fábio Madeira e Mórris Litvak

“Como maior cooperativa financeira da área de saúde do Brasil sabemos do nosso papel como agente de transformação social e, por isso, apoiamos a Longevidade. O tema é tão importante que realizaremos um encontro de negócios, que terá como palestrante o médico especialista em questões do envelhecimento Alexandre Kalache. Acreditamos em uma sociedade saudável financeiramente para uma vida mais próspera e feliz”, Dr. Garibalde Mortoza Júnior, presidente da Sicoob Credicom.

“É preciso realizar investimentos financeiros e emocionais em todas as faixas etárias, principalmente dos maduros. Não estamos preparados para envelhecer e enfrentar essa fase da vida. É preciso destacar o assunto e trabalhar uma mudança cultural, afinal o envelhecimento é uma notícia muito boa”, José Marcos Pereira, psicólogo.

“A desigualdade entre homem e mulher sempre existirá, porém as mulheres correm o risco de chegar à maturidade em situação de pobreza, mesmo as bem-sucedidas. Isso acontece no mundo inteiro, afinal elas têm pouca reserva financeira, saem do trabalho para cuidar da família, muitas não trabalham fora (só estão focadas nas atividades domésticas) e não cuidam da aposentadoria”, Mara Luquet.

https://www.saopaulopretaporter.com/noticias/ler/logenvidade-expo-forum-recebe-elogios-e-adesao-de-especialistas-de-diversas-areas