26 de novembro de 2012

Após 2017 difícil, Prada voltou a crescer em 2018: 3,1 bilhões de euros de faturamento

Em 2018, o grupo Prada faturou pouco mais de 3,1 bilhões de euros, registrando crescimento de 6%. O CEO Patrizio Bertelli pode exultar: "Os resultados mostram que nossas recentes iniciativas foram positivamente confirmadas", disse em nota oficial.

"Uma fase de renovação estratégica se abre para o grupo", complementou. No ano que acabou de terminar, a holding apresentou um crescimento de 7% no varejo e de 1% no atacado, enquanto o resultado do lucro líquido (205 milhões de euros) representa incremento de 7%.

Entre as marcas, a grife principal - Prada -  levou para a casa 7% de crescimento0, enquanto Miu Miu está satisfeita com 2% de acréscimo. Falando de categorias de produtos, as vendas de artigos de couro aumentaram 6%, enquanto o calçado aumentou 2% (graças aos sneakers). No sentido contrário, 2017 terminou no negativo para o grupo.

Leia também:
Ano de 2019 ainda não deve ser o da virada para varejo dos Estados Unidos
Nike tem problemas com as autoridades fiscais na Europa
Bernard Arnault, da Louis Vuitton, é o sexto mais rico do mundo e o primeiro da moda 

https://www.saopaulopretaporter.com/noticias/ler/apos-2017-dificil-prada-voltou-a-crescer-em-2018-31-bilhoes-de-euros-de-faturamento