26 de novembro de 2012

Agora, o jeans é do Brasil

O jeans demorou a emplacar no Brasil. Em 1948 surgiu à primeira calça brim azul escura, chamada rancheiro, mas por ser muito dura e pouco maleável não agradou. Em 1956, a Alpargatas lança as calças de brim “Far West”, baseadas nas calças americanas. As calças “Far West” não eram confortáveis e ainda não tinham flexibilidade, mas eram resistentes e duráveis, por isso foram adotadas para trabalhos que exigiam roupas reforçadas.

No começo dos anos 60, a marca de Lee virou febre no Brasil, tanto que durante muito tempo se dizia “calça Lee” no lugar de jeans. Os jovens que tinham meios econômicos abastados traziam do exterior ou compravam as calças Lee no mercado negro. Logo, as confecções brasileiras perceberam o potencial desse mercado e começaram a lançar marcas de jeans que identificavam os ídolos da juventude daquela época.

Em 1972, é lançada a US Top, junto com o slogan: “a primeira calça brasileira que desbota como a Lee americana”. Em 74, a Levi’s ajusta o corte do jeans aos moldes nacionais, fazendo as calças justas na frente para os homens e atrás para as mulheres. As novidades americanas eram disputadas a unha pelas marcas brasileiras, tanto que a Ellus trouxe com exclusividade nos anos 80 a moda stone washed para o Brasil.

Quando a criatividade dos estilistas brasileiros aflorou, o jeans no Brasil tornou-se um uniforme usado todos os dias e, somada à invenção da cintura baixa (perfeita para o corpo das brasileiras) e pelo índigo com tactel, que deixa a calça 30% mais leve, fez do jeans brasileiro uma referência internacional da moda.

O reconhecimento e o sucesso do jeans brasileiro aconteceram devido às artistas famosas que admiravam o corte e o ajuste perfeito das calças brasileiras que arrebitam o bumbum, trazem sensualidade e valorizam o corpo. As primeiras artistas internacionais a consumirem as marcas brasileiras como Forum, Zoomp, M. Officer, Ellus, Gang, entre outras, foram Christina Aguilera, Meg Ryan, Jennifer Lopez e Britney Spears.

O jeans no Brasil representa 68% de todo o vestuário fabricado no país, sendo o país o maior produtor do mundo e o segundo maior mercado mundial, perdendo apenas para o país de origem, os Estados Unidos. Não é à toa que grandes empresas nacionais estão investindo forte em inovação, produção e exportação. O Brasil atualmente fornece jeans para as mais famosas grifes do mundo, como Zara, Calvin Klein e Miss Sixty, entre outras.

Leia também:
Jeans: conheça a história dessa importante peça que nunca saí de moda

 

 


 

https://www.saopaulopretaporter.com/noticias/ler/agora-o-jeans-e-do-brasil